Lomadee

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

The Walking Dead: HQ vs TV #1


Material pelo Série Maníacos

Faltam 60 dias para a estreia da 3ª temporada de The Walking Dead, e o público não poderia estar mais ansioso. A prisão, o Governador, Michonne; a expectativa é alta. Como forma de aquecimento para a próxima temporada, começa hoje aqui no Série Maníacos uma sequência de posts que vai comparar os acontecimentos dos quadrinhos com os da série de TV.
Spoilers Abaixo:
Para tentar me acalmar a expectativa, li o livro A Ascenção do Governador, mas acabei ficando mais sedenta pelas histórias de Robert Kirkman. Por isso comecei a ler os quadrinhos. Já tinha assistido duas vezes a 1ª temporada (uma delas forçando minha mãe a ver. Ela não foi ferida e agora é fã), e foi divertido notar as diferenças entre a HQ e o programa. Resolvi então preparar esses posts e mostrar algumas diferenças entre a trama original e um episódio. Isso serve para me distrair mais um pouco e espero que tenha uso para quem tem essa curiosidade, mas está sem tempo de ler os quadrinhos.
Antes de começar a falar do episódio What Lies Ahead (2×01), vou fazer um previously e comentar o primeiro capítulo em geral. Os quadrinhos de Kirkman começam com Rick acordando no hospital, e a primeira diferença significante é seu encontro com Morgan e seu filho. Frank Darabont desenvolveu uma relação emocional entre os três personagens na série, algo que é passado rapidamente na HQ num encontro que dura apenas um dia. Rick segue então para Atlanta, tendo o mesmo problema com o carro e chegando à cidade a cavalo. Mesmo em segmentos que o programa segue a HQ, há leves diferenças, como na “cena” em que Rick chega à casa que está o animal. Enquanto na série ele apenas vê os proprietários mortos pela janela, os quadrinhos fazem com que ele entre no lugar e se depare com seus corpos. Para evitar que o texto fique muito longo, não vou comentar essas mudanças sutis.
Quando Rick chega em Atlanta, ele é atacado pela horda de zumbis que comem seu cavalo. Logo, Glenn já o salva e os dois fogem para o acampamento com a mala de armas. A angustiante cena do tanque foi criada novamente por Darabont (o tanque é apenas referenciado em um quadro), assim como a trama junto aos outros sobreviventes na loja de departamento. Já é importante destacar que, até então, Merle, Daryl, Jacqui e T-Bone não existem na HQ. Ao chegar no acampamento, ele se depara com a sua família, Shane, Andrea, Amy, Dale, Carol, Sophia, Jim e uma outra família formada por Allen, Donna e seus gêmeos. O marido abusivo de Carol também não existe. O caso entre Shane e Lori não é explorado, fazendo parte apenas de uma menção de Dale para Rick ficar esperto, Lori dizendo para Shane que “aquela noite foi um erro” e uma referência subentendida em certo discurso de Shane.
Rick volta para Atlanta apenas com Glenn uma segunda vez para conseguir mais armas. Na HQ, os dois usam os pedaços de um zumbi para se disfarçar e entrar na cidade sem problemas. Eles conseguem chegar à loja e pegar armamentos, mas logo começa a chover e eles precisam correr. Os dois ficam um pouco encurralados durante a chuva, mas logo conseguem fugir. O inverno chega ao acampamento enquanto todos praticam tiro com as novas armas. Rick fica falando para Shane que eles precisam mudar o acampamento porque estão muito perto da cidade, mas Shane tem esperanças que os militares irão chegar e lidar com a situação. Devido à localização do grupo, o acampamento é igualmente atacado por vários zumbis, que acabam por matar Amy e morder Jim.
Shane é mais surtado na HQ e, não aguentando a culpa do ataque zumbi, acaba discutindo feio com Rick e os dois vão parar na floresta. Shane diz que seu antigo parceiro não deveria estar vivo e ameaça atirar nele. Então o pequeno Carl aparece e mata o grandalhão. É assim que acaba o primeiro capítulo, com Rick abraçando seu filho. Eles ainda não saíram do acampamento e não há a trama do Centro de Controle de Doenças. Ao ler os quadrinhos, é possível ficar ainda mais fã do trabalho que a equipe da série está fazendo. A história de Kirkman é uma ótima base, mas as tramas exclusivas da série tornam esse universo muito mais emocional, assustador e angustiante.
Gostou de saber essas diferenças? No próximo tem os comentários do 2×01. Fiquem ligados!
Ps.: A Lori já começa com suas Lorisses quando é abordada por um zumbi e derruba sua arma no chão. Vamos descobrir se ela atingirá novos patamares no segundo capítulo, e se Carl ficará dentro da casa.

Opinião do Dj alma: Eu tanto leio as HQs quanto acompanho e amo o seriado. Eu comparo tudo, mas não importo com as mudanças. O bom de fazer as duas coisas é que a gente fica ansioso em ver alguns eventos legais na revista serem adaptados para a série como no caso da fase do presídio e da introdução do Governador. Eu até gostaria que na revista fossem introduzidos personagens como Deryl ... ele é pauleira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário