Lomadee

sábado, 27 de outubro de 2012

O Segredo da Cabana (The Cabin in the woods)


Opinião do Dj alma: Eu assisti e não gostei, mas depois dessas críticas abaixo de um blog amigo vou assistir de novo.
Você Pensa Que Conhece a História


THE CABIN IN THE WOODS

Título em Port.: O Segredo da Cabana

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, vá ao torrent




O Segredo da Cabana não contém apenas o segredo desta cabana, mas de todas as cabanas no meio de florestas. Na verdade, ele vai mais longe: contém o segredo de todos os filmes de terror modernos, incluindo, por incrível que pareça, os filmes de terror orientais e quem sabe quais outros mais. Sim, só por isso é um filme que você precisa assistir. Se vai concordar ou não com a premissa, acho que pouco importa. Ela agora existe e não pode mais ser apagada.

Metade do tal segredo é revelado logo no início do filme. Ele começa com algumas pessoas em uma espécie de centro de comando, falando sobre "cenários" que deram certo ou errado e como eles não falhavam com um "cenário" desde 1998. Isso me deixa confuso de início. No entanto, quando aparecem nossos cinco jovens heróis, que estão a caminho de uma cabana isolada no meio de uma floresta, as coisas começam a ficar mais claras.

Os cinco foram escolhidos pelas pessoas no centro de comando, mesmo que não saibam disso. São eles: a gostosa descerebrada, o galã atlético (namorado da gostosa), o cara boa pinta e inteligente, a virgenzinha e o alívio cômico, no caso aqui um cara que só vive chapado de maconha. Bom, não é preciso dizer que estes, junto com a cabana no meio da flortesta, é um "cenário" bem conhecido dos fãs de filmes de terror.

Aquilo que você é levado a pensar assim que vê o título em inglês - The Cabin in The Woods - é justamente a intenção dos criadores do filme. Eles querem que você pense, "ah, não, isso eu já estou cansado de ver". Sim, está. Mas não o que está por trás disso tudo.




Image and video hosting by TinyPic



Enfim, um filme mostrará as respostas para todas aquelas perguntas que você se faz quando assiste a este tipo de película: Por que as pessoas escolhem passar um fim de semana em uma cabana no meio da floresta, no meio do nada? Por que elas se separam quando há ameaça de perigo, quando deveriam ficar todas juntas? Por que pessoas normais começam a agir como perfeitos idiotas? Por que, às vezes, algumas pessoas conseguem sobreviver? E mais, por que isso acontece com TANTA frequência?

O filme é tanto uma homenagem a todos os seus antecessores, como é, também, um filme único. São claras as referências a Evil Dead, O Massacre da Serra Elétrica e outros tantos filmes de terror. Ele não chega a ser um terrir, um filme de terror e comédia, mas tem seus momentos engraçados. Talvez para mostrar que, apesar de estar ali desvendando um importante segredo, não se leve tão a sério assim. Tanto que as melhores cenas de humor estão justamente do centro de comando, onde esse tipo de pessoal deveria ser mais sisudo.



Image and video hosting by TinyPic



Talvez a culpa do filme ter ficado tão bom e o roteiro tão redondinho seja porque Joss Whedon, o diretor de Vingadores, o escreveu. Sem contar que, como criador de Buffy, ele está mais do que familiarizado com o gênero terror. O diretor é o estreante Drew Goddard, que co-escreveu o roteiro e trabalhou com Whedon, dirigindo vários episódios de Buffy e de outras séries como Lost e etc. Ou seja, uma dupla mais do que dinâmica.

Não temos grandes nomes no elenco, mas ao menos temos um nome em ascendência, o Poderoso Thor, Chris Hemsworth. No centro de comando temos atores veteranos, daqueles que você está cansado de ver em filmes, mas nunca lembra o nome, Richard Jenkins e Bradley Whitford. Os outros são rostos novos ou pouco conhecidos, mas eficazes em seus papéis.

O filme é divertido ao extremo, com todos os segredos que vão sendo revelados a medida que a história avança. Nem mesmo o clichê do velho esquisito que sempre avisa as pessoas dos perigos, e nunca é ouvido, foi esquecido. O ator poderia ter sido escolhido entre veteranos de filmes de terror, como uma partipação especial, mas não foi. É um ator, para mim, desconhecido. No entanto, não falta uma participação especial surpresa. Não decepciona, mas poderia ter sido alguém mais apropriado ao tipo de história contada. Alguém como Bruce Campbell. Aí sim, o filme se tornaria um épico inesquecível.



Image and video hosting by TinyPic

Nenhum comentário:

Postar um comentário