Lomadee

sábado, 22 de setembro de 2012

Sarah Wayne Callies admite: “Lori tem que morrer”


Sarah Wayne Callies admite: “Lori tem que morrer”

21 jul, 2012
Artigo traduzido e adaptado do site The Hollywood Reporter.
Rick e Lori não estarão em uma boa situação na 3ª temporada de The Walking Dead, que estreia dia 14 de outubro. Após acabar definitivamente com o triângulo amoroso entre ele, sua esposa Lori (Sarah Wayne Callies) e e seu amigo Shane (Jon Bernthal) no penúltimo episódio da 2ª temporada, a relação do casal ficou bem conturbada, assim como a de todo o grupo. Afinal, além de revelar que teve que matar Shane, Rick ainda confessou o segredo do Doutor Jenner, que todos estão infectados e serão zumbis ao morrerem, mesmo se não forem mordidos.
Durante o evento de comemoração da centésima edição dos quadrinhos de The Walking Dead na Comic-Con, Callies disse em entrevista que “O problema entre Rick e Lori no episódio final da segunda temporada não foi algo como ‘Meu Deus, você me mandou matar Shane, meu Deus, você realmente matou o Shane’. O conflito aqui era que eu queria matar o Shane.”
Callie disse aos fãs aflitos da Comic-Con que, para ela, “Lori fez tudo o que estava ao seu alcance para controlar Shane. Ela não disse para Rick matá-lo, apenas para vigiá-lo. E no final ela estava certa: a pessoa certa venceu a luta.”
ATENÇÃO: O texto a seguir contém spoilers da série e dos quadrinhos. Caso não tenha lido até a edição 50, não prossiga. Para ler, acesse nossa página centralizadora de HQs.

Rick e Lori GrimesAgora que os sobreviventes não estão mais na segurança da fazenda, e terão que se preocupar com a ameaça do Governador (David Morrissey), Lori teme que Rick esteja se tornando uma pessoa irreconhecível. Segundo Callie, “O receio de Lori é que Rick se torne exatamente aquilo que matou, alguém como o Shane, uma pessoa que não possui humanidade. Alguém passional, mas fria e com sede de sangue.”
A mudança de Rick ficou bem evidente nos momentos finais da segunda temporada, quando ele proclama que “Isso não é mais uma democracia”. Em entrevista aos repórteres, Lincoln disse que “Rick está de saco cheio de pessoas atrapalhando e se metendo. Foram as piores 48 horas da vida dele. Ele teve que matar seu melhor amigo para proteger seu grupo e ele está furioso e confuso.”
Leia mais: Em defesa de Shane
“Creio que Lori culpa a si mesmo pelo que aconteceu. Não sei se ela agiu intencionalmente ao instigar as ações de Rick, mas ela o fez, e agora eles têm que lidar com isso. Ela está grávida, não sabe de quem é o filho… eles não podem se divorciar. Como consertar este casamento, no meio de todos?”, disse o produtor Glen Mazzara.
Nos quadrinhos de Robert Kirkman, que são a base para a série de TV, Lori dá a luz a uma menina e logo após todo o grupo é atacado pelo Governador, dizimando boa parte dos sobreviventes na fuga, inclusive mãe e filha. É um momento da história que afeta intensamente Rick e o que ele vai se tornar no futuro. E Callies acha que é algo que deve ser introduzido na série.
Callie confessa, “Eu e Frank Darabont [ex-produtor da série] discutíamos sobre isso, antes dele ser injustamente afastado do seriado. Eu dizia que era necessário matar Lori e eu achava fortemente que apesar de todos os outros desvios que a trama da TV possa ter em relação aos quadrinhos, a morte da Lori é algo crucial para a história, e que não pode ser feito de outra forma. Eu disse desde o início que não apenas concordava com a morte da Lori, como achava que ela realmente deveria morrer. Eu tenho interpretado esta personagem focando em seu fim.”
Lori Grimes
Para Lincoln, este é um dos melhores momentos do seu personagem nos quadrinhos. “Rick é um homem que começa como xerife e um modelo de cidadão que segue as leis e regras de moral. E ele de repente acaba no meio disso tudo, tendo que se virar como líder. Você vai continuar torcendo por esse cara, apesar dele não necessariamente tomar as melhores decisões por estar sendo guiado por um forte senso de moral.”
Kirkman também confessou que considerava a possibilidade de matar Rick nos quadrinhos: “Houve um momento, bem no início da HQ, na sexta edição, que eu quase matei Rick ao invés do Shane, pois eu estava pensando que seria interessante fazer do Shane o protagonista e a história ser sobre ele no comando e como Carl lidaria com o fato de seu pai estar morto e sua mãe estar com outro cara.”
Leia mais: Em defesa de Lori

Qual a sua opinião?

A Lori deveria morrer? Mesmo estando grávida? Ela é essencial ao grupo? E o Rick? Deveria ter sido morto pelo Shane?
Para mais informações sobre The Walking Dead, siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook. E também estamos no Google+.

Nenhum comentário:

Postar um comentário