Lomadee

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Dublagem diferente para "Chaves" e "Seu Madruga" incomodam em episódios inéditos de “Chaves”


Material do blog Um Café e a Conta:

Caríssimos cinéfilos:

Assisti ontem, ao lado de meu amado avô, o episódio inédito de Chaves. Aguardava



ansioso por esse personagem tão querido de toda a América Latina.  Pela primeira vez vi Kiko ser responsabilizado por suas maliciosas trapaças contra o Chaves. Confesso, que por alguns segundos eu até ignorei, mas não consegui ficar totalmente imparcial às alterações de dublagem de "Seu Madruga" e do próprio "Chaves".



Você se lembra da voz original? Pois é, ela não continua a mesma... Foi essa a impressão que causou a nova dublagem de "Chaves". Claro que a gente adora o seriado - trata-se de um clássico - e o simples fato do SBT ter anunciado a exibição de episódios inéditos já é uma alegria para os fãs. 
Campeão de reprises no canal de Silvio Santos e tido como um arrebatador infalível de audiência (hoje já nem tanto como em outros tempos), "Chaves" voltou à grade diária da emissora após um jejum de quase seis meses. Na divulgação, o locutor anunciava: “Você não vai acreditar na surpresa que o SBT está preparando! A série mais querida do Brasil há mais de 30 anos ainda tem novidades".
A surpresa pode ter sido desagradável para alguns ao se deparar com as vozes diferentes de Quico, seu Madruga e do próprio Chaves. E tais mudanças têm explicação. No caso de Chaves, Marcelo Gastaldi - o dono daquela voz com a qual estamos mais que familiarizados - morreu em 1995, aos 50 anos. Em seu lugar, entrou Daniel Müller, que já tinha dividido a dublagem do desenho animado com Tatá Guarnieri (talvez, a garotada que curte a animação assimile a novidade na série com mais facilidade).
Já Nelson Machado, eterno dublador de Quico, foi substituído (ao que deu a entender, por decisão do SBT) nesse novo lote de episódios por Vinícius Souza. Marco Moreira empresta sua voz ao cult seu Madruga, antes defendido por Carlos Seidl. O dublador se recusou a continuar o trabalho, após 28 anos, por não receber os direitos autorais pelo trabalho - com sucessivas reprises na emissora.
Alguns "chavesmaníacos" acreditavam que tais episódios - apesar de dublados - nunca iriam ao ar. O pacote conta com 14 inéditos, produzidos pela Televisa entre 1972 e 1979. A nova dublagem foi feita em 2012. Na estreia, o SBT exibiu "A Guerra é de Terra", de 1976 - que entrou com a identificação EI (Episódio Inédito), após a exibição de outro (já velho conhecido).
Do sucesso desse lote de 14 episódios vai depender a dublagem de outros 39 que o SBT tem sob seu poder, totalizando 225. No total, "Chaves" - que foi exibido de 1971 a 1980, no México - teria 292 episódios. A exibição no Brasil começou em 1984 e nunca mais parou.
Além dos "episódios inéditos", os "chavesmaníacos" costumam se referir aos "episódios perdidos" - aqueles que sumiram do mapa, no SBT ou mundo afora, e podem voltar a qualquer momento - e aos "episódios semelhantes", que foram regravados com diferentes personagens reproduzindo ações do original.
A original - Outra particularidade da série de episódios inéditos, que voltou ao ar nesta segunda-feira (06/01), às 18h30, é que Sandra Mara Azevedo e Cecília Lemes dividem a voz de Chiquinha. Sandra foi a primeira a dublar a personagem, mas foi morar fora do Brasil e Cecília (que dublava a Paty) a substituiu, virando uma celebridade entre os fãs.
Como Sandra está de volta ao Brasil, dublou novamente a filha de seu Madruga, além de dona Neves. Cecília voltou, então, a dublar Paty - mas faz a voz de Chiquinha nos episódios de 1978 e 1979.Confira a lista com os 14 novos episódios (e como ficou a dublagem aqui):
1. O Cofre / Marteladas / Zarabatanas (1972)
2. O Marujo Enjoado / Sustos na Vila (1973)
3. Os Bombeiros (1975)
4. Entre Touros e Chifradas (1976)
5. A Guerra é de Terra (1976)
6. O Exame de Recuperação (1976)
7. A Venda da Vila - Parte 2 (1976)
8. O Festival da Boa Vizinhança (1976)
9. Pintando a Vila - Parte 2 (1977)
10. Um Gesseiro de Mão Cheia (1978)
11. Batendo uma Bolinha (1978)
12. Vai graxa? (1978)
13. O Engraxate - Parte 2 (1979)
14. O Parque de Diversões - Parte 1 (1979)

Apesar de soar esquisito e das reclamações nas redes sociais, cabe agora a quem é fã entender que, entre trocas e necessidades (outros dubladores originais já faleceram, como os de Dona Clotilde, Seu Barriga e Jaiminho, o carteiro), o conteúdo dessa série - que encantou não só a América Latina - é imortal. Tão cult como virou seu Madruga (e olha que a nova voz dele foi a que mais incomodou)!
Audiência - Segundo dados preliminares do Ibope, o retorno de Chaves à programação do SBT não incomodou a concorrência. O seriado marcou 4,6 pontos e ficou em terceiro lugar, atrás de Globo (16,8) e Record (7,9). De qualquer forma, elevou a audiência da emissora no horário. Cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário